- História do Município
   
  - Fale com a Prefeitura

- Telefones regionais
   
  - Patrimônio Cultural

- Diário Eletrônico

- Portal da Transparência

- Decretos

- Portarias

- Documentos Públicos

- Legislação

- Licitações
   
  - Gabinete do Prefeito

- Secretarias

- Notícias

- Perguntas Freqüentes

- Mídias e Fotos
  NOTÍCIAS
     
  Município realiza 2º Mutirão Contra Dengue, Zika e Chikungunya
22/05/2019
 
     
 

No período de 13 a 17 de maio de 2019, foram realizadas ações de uma força tarefa contra o Aedes Aegypti (mosquito transmissor da dengue, zika, chikungunya) no distrito de Cava Grande, Marliéria.

Esta ação foi justificada pelo surgimento de 5 (cinco) casos suspeitos de “dengue” nas ultimas 4 semanas, assim contando entre a segunda semana de abril a segunda semana de maio, que foi considerada alta incidência pelo Comité Regional de Combate ao Aedes Aegypti.

Visitou-se um total de 471 imóveis, entre residências, comércios, terrenos baldios, entre outros. Nesses, foram tratados (aplicado larvicida) 251 recipientes não removíveis com água: caixas d’água, vasos de plantas, tonéis, tambores, ralinhos de passagem de água e etc.

Nessa ação, 200 focos ativos do mosquito foram encontrados e tiveram seu ciclo interrompido. 6021 depósitos foram eliminados, quantidade suficiente para que uma epidemia de “dengue” se instalasse em nosso município, caso as medidas de recolhimento e eliminação não tivessem sido tomadas.

A equipe especial de combate ao Aedes Aegypti foi composta por 6 agentes do Ministério da Saúde do Estado de Minas Gerais, 4 agentes de Saúde de Marliéria e 3 agentes de endemias, também do município.

Destacasse que a ação foi promovida em tempo hábil, tendo em vista a alta incidência das doenças provocadas pelo mosquito nas cidades vizinhas e o risco constante de epidemia que enfrentamos todos os anos.

Lembramos ainda que 11 ações de combate ao mosquito já foram realizadas em parceria pelos agentes de Saúde e agentes de endemias só no 1º quadrimestre deste ano e outras já estão sendo programadas.

Por fim, convocamos a população para que cada cidadão assuma o seu papel social no combate ao Aedes Aegypti, cuidando e mantendo limpo o seu quintal, sem água parada e principalmente destinando adequadamente o seu lixo.

Receba bem e facilite o trabalho dos agentes de combate ao mosquito, pois o seu apoio é fundamental.

Juntos podemos reduzir esta ameaça da dengue e sermos uma cidade mais saudável.